A CORAGEM DE SER FELIZ por Ichiro Kishimi

Atualizado: há 5 dias

Assista ao vídeo

A CORAGEM DE SER FELIZ por Ichiro Kishimi


Nosso tempo é limitado. Por isso, todos os relacionamentos interpessoais existem sob a égide da despedida. A realidade é que nos encontramos para podermos partir.

Uau! Que frase hein?


Queridos bibliófilos, queridas bibliófilas! Bem-vindos ao canal Ler é Verbo, nosso canal de livros e escrita! Hoje vamos falar sobre um livraço: A Coragem de Ser Feliz de Ichiro Kishimi e Fumitake Koga! Vamos lá!


Bom, antes de mais nada, peço para que você se inscreva no canal, assim não perder nenhuma atualização.


Vamos falar do livro. A CORAGEM DE SER FELIZ, não diria ser uma continuação do livro A CORAGEM DE NÃO AGRADAR, mas sim uma segunda parte. Alguns pontos que não ficaram claros no primeiro, aqui são melhores explicados e os autores mostram como se coloca em prática alguns pensamentos.


Não vou falar sobre os autores, pois já fiz isso no vídeo do A CORAGEM DE NÃO AGRADAR, se quiser assistir ao vídeo, link na BIO. Também não vou falar sobre o Adler, o psicólogo, contemporâneo de Freud, que deu origem a todas essas ideias.


Vamos direto ao livro. Primeiro, se você tiver que ler um dos dois, sugiro que leia o primeiro. Ele é mais amplo, com conceitos mais fundamentais sobre esse conhecimento. Esse aqui, A CORAGEM DE SER FELIZ, é mais uma aplicação prática do que foi dito lá e ele faz muitas referências e muitas explicações como se você já tivesse lido o primeiro livro.


De qualquer forma, o pensamento de ADLER é muito, muito moderno para nós, inclusive hoje. Algumas afirmações do livro:


1. Qualquer pessoa pode ser feliz a partir de agora;

2. O amor é a escolha mais importante da vida;

3. O objetivo da educação é a autossuficência;

4. Respeito é ver o outro como ele é;

5. Seu agora determina o seu passado;

6. Cada pessoa pode escolher a própria vida;

7. O passado é apenas uma cor na infinita variedade de tons do agora.


Adler bate muito na tecla do passado. Diferente de Freud e Jung, por exemplo, ele parte do conceito de que o passado não existe. Se é algo que você não pode acessar e mudar, não existe. É apenas uma história que você conta a si mesmo para justificar o presente. E, ao invés do passado determinar o seu presente, através de traumas (outra coisa que ele nega), é o seu presente que determina o seu passado.


O que é interessante, é que todos os conceitos que os autores colocam no livro, se unem de alguma forma. É como se fosse um diagrama muito bem estruturado, que possui ramificações para todos os lados. Como se não houvesse furos. Isso é um pouco difícil de entender, pois os conceitos comuns, são alterados e, para entender o todo, você deve ter esses novos conceitos na cabeça.


Por exemplo, Adler também nega recompensa e punição. Ou seja, repreender alguém é tão maléfico quanto elogiar. Não se deve elogiar ninguém, pois assim você cria uma relação vertical, onde você está em uma posição superior à pessoa. O elogio leva à competição e a vida deve ser levada na cooperação.


A grande redenção final de Adler, o que ele chama de autossuficiência e, por fim, de felicidade, é a negação do “eu”, em busca de “nós”. Claro, o trabalho para uma vida inteira. E como fazer isso? Ao invés de seguir a máxima bíblica “Peça, e lhe será dado” Adler afirma: Dê, e lhe será dado. Dar o quê? Amor. É na abundância do amor, na fraternidade para com todos, na confiança, na negação do eu em prol de um bem coletivo maior, que reside a felicidade. A felicidade é saber que você foi útil ao próximo, contudo, para chegar a essa autossuficiência, a pessoa deve escolher a vida que ama, só assim, com o propósito bem definido, você será capaz de se juntar à corrente evolutiva da humanidade e ser premiado por isso com a felicidade.


Bom… esse aqui é o resumo do resumo… as paradas são mais complexas do que isso, obviamente. O livro é simples de ser entendido, pois ambos foram escritos em forma de diálogo, mestre, aluno, o que é muito bom para a aprendizado.


Bom, fica aqui a indicação desse livro que pode, de fato, mudar a sua vida.


--


Lembrando que o resultado dos sorteios eu solto toda semana no meu instagram


É isso, pessoal. Muito obrigado pela audiência, um grande abraço, boa sorte e até a próxima! Valeu!

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter